Mundo cruel

“E traga-me o coração dela neste pequeno cofre!”

Mundo cruel Propostas de uso e ideias para filosovisualizar – não tem exatamente um início. No entanto, escolhi esta frase para começar a comentar minha experiência com a obra, que é infantil. Dá para identificar a referência a uma passagem do clássico Branca de Neve, não dá? Não me lembro a primeira vez que ouvi essa história, mas confesso que nunca havia parado para pensar no impacto desta situação.

A ideia das autoras é justamente essa: provocar a reflexão da leitura do mundo, de uma maneira lúdica e interativa, em uma experiência que não tem nada de convencional. A começar pelo formato. Trata-se de uma caixinha-envelope que guarda vários cards.

De um lado, uma ilustração retrata cenas cotidianas ou de uma história, como no caso da Branca de Neve ou de uma menina que mata formigas. Do outro, perguntas.

Dessa forma, a leitura combinada da imagem com os questionamentos, provoca a reflexão. Ao ver o caçador ameaçando a menina a mando da rainha, as autoras colocam:

“Como podemos saber a quem devemos obedecer e a quem devemos desobedecer? Se o caçador matasse Branca de Neve, quem seria o responsável por essa morte? O caçador ou rainha?”

Para dar outro exemplos, em outro card, temos um senhor com a calça caindo.

“Você acha essa cena engraçada? Por quê? Alguém já riu quando você caiu ou sofreu um acidente?”

Em outra imagem, um menino está numa jaula do zoológico como os animais.

“Você gostaria de morar em um zoológico? Por quê? E se os extraterrestres quisessem expor seres humanos em jaulas?”

É interessante imaginar as respostas das crianças ao jogo proposto pelas autoras. A anglo-espanhola Ellen Duthie é criadora do conceito e dos textos da coleção filosofia visual. A mexicana Daniela Martagón é coautora do projeto e produziu as ilustrações. Além das situações pensadas, elas também se preocuparam em acrescentar um card que auxilia os adultos neste processo, apresentando os temas que podem ser trabalhados como empatia, responsabilidade, escolha, emoções, entre outros.

Ellen Duthie_Daniela Martagón
Daniela Martagón e Ellen Duthie (Foto: Roberto Villalón)

O pacote também traz cards para que a criança possa criar suas próprias cenas e elaborar perguntas em mais uma possibilidade de instigar o senso crítico e, quem sabe, até mesmo trabalhar situações que ela mesma esteja vivenciando e que, a partir destas percepções, se sinta encorajada a expor.

Pode-se até questionar o quanto os pequenos estejam preparados para serem apresentados a uma obra não tão convencional, com um título nada suave. Com relação a isso, podemos contrapor, por exemplo, que a situação da Branca de Neve também não tem nada de singela e é reconhecida como um clássico da literatura infantil. Então, o ponto é reconhecer que a experiência de leitura acompanhada de reflexão, de afeto e de tolerância ajuda na formação do jovem e do adulto que partirá de uma outra condição para encarar e, principalmente, transformar o mundo a seu redor. Parte-se também do princípio que a infância não pode, nem deve, ser subestimada.

A obra foi desenvolvida em 2014 pelas autoras através do projeto Wonder Ponder e publicada no Brasil em 2017 pela Boitatá, selo infantil da Editora Boitempo. Pode até ser classificada como literatura infantil (a partir de 8 anos), mas alcança todas idades em um exercício divertido para repensar atitudes através da literatura.


Gostou da resenha e quer ler o livro? Você pode acessá-lo clicando na imagem abaixo. Comprando pela Amazon, você me ajuda a manter a página e não paga a mais por isso.


Título em Português: Mundo cruel

Título Original: Mundo cruel

Autor: Ellen Duthie e Daniela Martágon

Gênero: Filosofia

Ano: 2017

Editora: Boitatá

ISBN: 978-85-7559-582-4

Páginas: 40

Tradução: Daniela Gutfreund

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: